Buscamos a expansão das fronteiras da vida

Empoderamento, fortalecimento e a busca de um futuro para os povos e comunidades tradicionais da Amazônia Ocidental.

O Instituto Fronteiras fomenta processos de co-criação com povos e comunidades locais na busca de soluções inovadoras para problemas socioambientais no Vale do Juruá.
Para concretizar as aspirações da ampliação das fronteiras da vida, nos organizamos em três programas:
Aprendizagem Transformativa

Autonomia comunitária

O Fronteiras apoia processos de rememoração que possam aumentar a capacidade de povos e comunidades em gerar ativamente transformações de baixo para cima, e ao mesmo tempo eficazes no sentido da regeneração socioambiental.
Instituições Regenerativas
Empoderamento comunitário
Trabalhamos relativizando fronteiras que limitam os sonhos e perpetuam padrões institucionais degenerativos para nutrir fronteiras que lançaram trajetórias transformadoras.
Mediações Territoriais
Ação Jurídica e Estratégica
O programa se esforça para construir soluções para conflitos de alocação de terra em um contexto de expansão de fronteiras de infraestrutura agrícola e rodoviária, bem como lacunas e sobrepostos entre diferentes categorias de posse da terra existentes na Amazônia.

Dinâmicas transfronteiriças para conquistar mudanças socioambientais relevantes

Comportamentos destrutivos em relação à natureza, relações sociais desgastadas, ecossistemas comprometidos
e falta de autonomia para construção de um futuro são algumas fronteiras da vida cotidiana de muitas comunidades tradicionais.
Agora, testemunhamos a expansão das fronteiras da degradação, desmatamento e morte sobre a Amazônia. Tal contexto exige nosso trabalho para enfrentar essa expansão das fronteiras humanas ao mesmo tempo eliminando obstáculos para a expansão das fronteiras locais que protegem sua sociodiversidade.
Trabalhamos e vivemos no centro da sociobiodiversidade do mundo e em sua periferia socioeconômica. No centro, de densas florestas amazônicas da Bacia de Juruá, com seus múltiplos povos, idiomas, culturas. Na periferia, em alguns dos territóruios com os mais baixos indicadores de desenvolvimento humano na Amazônia por padrões do Índice de Desenvolvimento Humano.
elipses

Acompanhe nossos resultados transfronteiriços positivos

Projetos
Para acompanhar a evolução dos projetos, com seus registros e histórico de ações.
Estudos e Análises
Documentos e dashboards de resultados obtidos em projetos com as comunidades.
Publicações e Podcasts
Livros, cartilhas, artigos e podcasts que simbolizam a eternização do aprendizado mutuo.

Siga a gente e fique informado.

Apoie nossa causa!

Se quiser entrar em contato, essas são as opções.

Ou mande uma correspondencia para:

Rua Benjamin Constant,
138 – Centro
CEP: 69980-00
Cruzeiro do Sul/ Acre

Rolar para cima